Cantarolices

Um dia resolvi ir à feira de trocas da gente que me habita. Trocavam meus eus entre os seus todo tipo de mercadoria. Sem pesos ou medidas. Era medo trocado por desejo, raiva por calmaria, birra por sorriso, paz por alegria. Eu que vinha de trajeto cansado, com sacola cheia de amargura, dor no pacotinho de mão, gotejando tristeza no chão, decidi largar o mulambo e entrar naquele escambo. E foi assim bem de repente, numa mudancinha de letra, que, vejam só minha gente, me livrei dos desencantos. Desde esse dia em diante, sorrio no canto dos olhos uma centena de sonhos, mil borboletas azuis e bem mais que dez encantos.

Vá menina, deixe de besteira e vá semear amor entre os seus, vá.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: