Eu, por mim

Eu, por mim, vivia de amor e poesia
Banho de mar, pé na estrada
Beijo, flor, beija-flor!
Céu de estrela, escalada

Eu, por mim, passava o dia cantando
A noite com lua, pão e vinho
Futuro em rumo aberto
Presente passarinho

Eu, por mim, perdia de vez o juizo
Virava gota, rio, onda, cachoeira
Vento forte, tempestade
Cambalhota, bananeira

Eu, por mim, tinha asas e cílios azuis
Olhos por todo canto
Pele em suspiro de música
Alma nascida de tanto

Eu, por mim, era isso ou aquilo
Poema, amor, asa colorida
Manhã azul royal
Palavra tocando vida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: